Saindo como uma águia esquecida

Estou virando minhas costas para você como a pombaFlutuando tristemente no céu azul profundoEu saio e digo adeus em voz altaAdeus, au revoir, chegouerci ao meu amor. Já era hora de deixar tudo para trásPorque você é imprudente e muito cruelEstou saindo como um jato supersônicoComo uma águia esquecida deixada para morrer na planície. Eu não tenho escolha a não ser seguir em frenteBaby você não pode culpar ninguémMas você, você que ignorou minhas reclamaçõesDurante anos. Eu vou me juntar aos santos. Copyright © maio de 2021, Hébert Logerie, Todos os direitos reservados.Hébert Logerie é autor de várias coleções de poesia. 

This poem is about: 
Me
My community
My country
Our world

Comments

Need to talk?

If you ever need help or support, we trust CrisisTextline.org for people dealing with depression. Text HOME to 741741